Não importa se a história é real ou não

O filme “O caminho da liberdade” é baseado no livro do polonês Slavomir Rawicz, que teria fugido de um gulag soviético na décida de 40.

Os gulags eram uma espécie de campo de concentração nos quais se colocavam “presos políticos” contrários ao sistema comunista. Trabalho forçado e condições quase inexistentes de alimentação, abrigo e higiene eram a tônica. No filme, o gulag está na Sibéria, local cuja própria natureza serve de empecilho à fuga.

Isso não impede que um grupo de 7 homens escapem e caminhem mais de 6.000km até chegar à Índia. Para isso, atravessam as florestas geladas da Sibéria, deserto na Mongólia, infestação de mosquitos na beira do lago Baikal e todas as espécies de intempéries que tornam o ser humano frágil frente à natureza.

Ao filme falta aquela ascensão a um momento de conflito, que, quando resolvido, termina a história. Você vai ficando cada vez mais exausto com a caminhada dos fugitivos e não chega a ter aquela sensação de relaxar quando a tensão se dissipa.

Isso não significa que seja um filme ruim. Pelo contrário, é um filme excelente, em especial pela fotografia fascinante e pela maquilagem perfeita (as escarras de sol nos rostos dos personagens no deserto são perfeitas).

Há controvérsias sobre a veracidade da história, em especial pela impossilidade de se andar da União Soviética à Índia, sem planejamento e estoque de comida, água e medicamentos. Para mim, não importa se a história é real ou não. Eu preferi acreditar que ela aconteceu.

2 comentários

  1. Ju
    Vi o filme nesse fim de semana e gostei bastante. E fiquei exausto, muito exausto com toda aquela caminhada. Até perguntei a mim mesmo oq é pior, o percurso na neve ou no deserto. Morrer de frio ou de calor?
    As paisagens são lindissimas. Se não me engano a NatGeo tá envolvida. Ah, acho q o filme foi patrocinado pela Johnny Walker pois o personagem principal em um dado momento fala ” Keep walking “.
    Fiz uma conta rapida e cheguei a conclusão q juntando minhas caminhadas semanais eu demoraria uns 10/12 anos para percorrer esse 6400 km. Uau!!!
    Bj Papai

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s