“O estranho caso do cachorro morto”

Em inglês, há um termo chamado “bittersweet”, não muito bem traduzido em português como agridoce. Uma situação que tem certa doçura e que ao mesmo tempo te deixa triste.

É como se senti ao ler o livro de Mark Haddon.

o estranho caso do cao

por Júlia A. O.

 O personagem principal, um garoto de 15 anos, sofre da síndrome de Asperger, uma espécie de autismo em que a pessoa pode ser brilhante em pensamentos racionais, mas, em contrapartida, possui reduzida capacidade emocional, com dificuldade de se relacionar, expressar emoções e compreender nuances da linguagem.

Christopher vive em seu mundinho até encontrar o cão da vizinha morto. Assassinado. Considerado suspeito, o garoto decide investigar o crime, anotando seus achados em um caderno. Sua inaptidão de interpretar emoções contrapõe-se a sua habilidade de enxergar lógica e elaborar cálculos matemáticos. 

Belo e inesperado desenvolvimento narrativo.

Anúncios

2 comentários

  1. É um livro diferente, sensível e que, concordando com a Michelle, deveria ser muito mais bem divulgado. Além de tudo é fácil e rápido de ler.

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s