Dias de fúria

Tem dias em que uma verdadeira avalanche de fúria cresce dentro de você. Não é um mero mau-humor ou raiva de alguma pessoa ou acontecimento específico.

Não. Nestes dias você tem vontade de agredir fisicamente as pessoas. Ou de, no mínimo, ser dotado de um poder de visão a laser, para fritar qualquer desavisado que cruze seu caminho.

Tudo, absolutamente tudo faz o sabor de bile subir à boca. Tanto palavras grosseiras como carinhosas tem o mesmo impacto: por que esta pessoa não se cala, pensa o ser furioso que você não reconhece como você mesmo e ainda assim te domina.

Nestes dias terríveis, poupe os livros, filmes e músicas, que não terão nenhum poder de diversão. E poupe, principalmente, as pessoas. No dia seguinte, quando a fúria passar, o estrago pode ter sido irremediável.

Dê um soco no travesseiro e durma cedo.

Anúncios

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s