“Os 13 porquês”

Há livros em que você sente uma angústia incontrolável por não poder dar conselhos aos personagens. Ainda que você saiba que eles existem somente nas páginas do livro e que seus destinos já foram traçados pelo autor, no fundinho não perde a esperança de abrir os olhos daquela pessoa irreal/real para o que você acredita serem fatos relevantes que ela não está levando em consideração ao tomar suas decisões.

Foi assim que me senti ao ler “Os 13 porquês”, de Jay Asher.

thirteen reasons why

Foto por Júlia A. O.

A adolescente Hannah Baker comete suicídio. Ainda abalado com a morte da menina, Clay Jensen recebe fitas cassetes que Hannah gravou semanas atrás. Nestas fitas, explica os 13 motivos – ou 13 pessoas – que a levaram à decisão de deixar de viver. E ele é um dos motivos.

É um livro triste, triste, triste. Fiquei deprimida durante toda a leitura (que foi bem rápida). Ainda que seja uma história direcionada a jovens, me lembro da dificuldade que todos temos como adolescentes de imaginar que existirá um momento em que nos sentiremos bem na nossa própria pele, em que seremos fortes para não se abalar com qualquer coisa que nos digam, em que saberemos reconhecer quem nos faz bem e de quem devemos manter distância.

O livro intercala as fitas de Hannah e os pensamentos de Clay. Não importa que eu soubesse o final (que também era o começo do livro); passei por todos os capítulos querendo falar com Hannah, para dizer que faltava pouco para acabar a adolescência e que as coisas iriam melhorar; que ela devia procurar ajuda; que se ela quisesse, eu a ajudaria!

O suicídio ainda é um assunto controverso e por isso mesmo eu acho importante que pais e filhos estejam abertos a tratar do assunto sem estigma. De coração e ouvidos abertos. Sem menosprezar a gravidade dos sentimentos envolvidos. E cientes de que nossas ações afetam os outros muitas vezes em proporção maiores ou diversas do que podemos imaginar.

Anúncios

1 comentário

  1. Quero muito ler esse livro e acabei de descobrir que ele não constava na minha lista de querências! Como assim? Agora está devidamente anotado.
    Tks por me lembrar dele!
    bjo

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s