Você até esquece que ela é tão novinha…

Na primeira vez que eu ouvi a Birdy cantar, notei sua voz ainda adolescente e a lentidão das músicas.

Na segunda vez, já não achava que faltava ao álbum músicas mais “rápidas” ou “animadas”.

Na terceira vez, estava adorando os arranjos de voz sofisticados com que essa garota de apenas 16 anos me brindava.

Na quarta vez, eu sabia cantar os refrões, achava as músicas bem distintas entre si e cada uma me tocava de uma maneira diferente.

Encontro-me na centésima escuta do cd e cada vez mais aprecio o trabalho da inglesinha Birdy.

 

Anúncios

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s