“Trem fantasma para a estrela do oriente”

Viagens de trens. Era o que eu e Paul Theroux tínhamos em comum. Sua aventura de meses cruzando o leste europeu e a Ásia de trem era a história perfeita para me acompanhar na minha própria viagem.

Pena que o livro não era o que eu esperava.

trem fantasma para estrela do oriente paul theroux

Foto por Júlia A. O.

Em “Trem fantasma para a estrela do oriente”, Paul Theroux refaz os passos de sua viagem de 33 anos atrás, que ganhou voz em “O grande bazar ferroviário”. Atravessa países tão diferentes como Geórgia, Uzbequistão, Mianmar, Camboja e Japão.

Há passagens interessantes e conheci um pouco de países sobre os quais eu nada sabia. No geral, eu me arrastei pelas 495 páginas… O x da questão é que eu não me identifiquei com o tipo de viajante que Paul Theroux é. Obcecado por saber como funciona a indústria do sexo pago de cada país, acha graça em trens caindo aos pedaços (ao menos no começo da viagem) e critica cidades cosmopolitas.

Ainda assim, reconheço que é uma obra que agradará aqueles curiosos em conhecer a visão de alguém que presenciou parte das mudanças pelas quais certos países passaram nas últimas 3 décadas.

Anúncios

1 comentário

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s