“Vinte poemas de amor e uma canção desesperada”

Último desafio literário do ano!

Consegui ler todos os desafios mensais sugeridos pelo “Desafio literário 2012“. Valeu a pena por me forçar a ler temas que normalmente não entrariam na minha lista. Alargar os horizontes foi uma ótima experiência!

Para dezembro, o tema era aparentemente tranquilo: poesia. Não tenho o costume de ler livros de poesia; eu me esqueço deles. Gosto mesmo é de encontrar poemas soltos por aí. Como não era possível que eu não tivesse algo na minha pilha de livros não lidos, dei uma fuçada e encontrei um livro lindo que minha mãe tinha me dado quando voltou de uma viagem.

Fonte 1

Fonte 1

O livro estava em espanhol, o que exigiu mais atenção de mim. Por outro lado, foi justamente esta dificuldade que fez eu me atentar a cada palavra, a cada sentimento derramado naquelas poucas linhas.

Pablo Neruda é um romântico e eu me embalei nessa onda.

Com um sorriso no final da leitura.

E o coração cheio de amor, saudade, ânsia e um tiquinho de melancolia…

 

 

que em noites como esta a apertei nos meus braços
minha alma se exaspera por havê-la perdido

(ps: tradução que encontrei na internet, já que li em espanhol)

desafiolit2012

 

Anúncios

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s