Feio que pegava geral

Serge Gainsbourg era feio de dar dó. E um músico talento (o que reconheço, apesar de suas músicas não serem de meu agrado). Tudo isso se somou numa fórmula altamente sedutora para as mocinhas francesas (e de outras nacionalidades também) que se relacionaram com o cantor. De Brigitte Bardot a Jane Birkin, ele aprontou o que quis.

Fonte 1

Fonte 1

O filme “Serge Gainsbourg – o homem que amava as mulheres” acompanha Serge (nascido Lucien) desde sua infância afetada pela ocupação nazista (ele vinha de uma família de imigrantes russos judeus) até alcançar o sucesso profissional e bem aproveitá-la. Permeada pelo vício em álcool, cigarro e mulheres, a película mostra alguém fora dos padrões, provocador, auto-destrutivo.

Posso até não gostar de como ele conduziu sua vida, mas a condução do filme é muito interessante.

Anúncios

5 comentários

  1. esse filme confirma a teria de que as mulheres francesas não gostam mesmo dos bonitos. lá, o bonito é ser feio e talentoso!
    gostei bastante do filme!

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s