Que riqueza você tem a oferecer?

Como é bom quando você termina de assistir a um filme com aquela sensação de estar feliz, não? Senti-me assim com “Os intocáveis”. O sucesso do filme francês é mais do que merecido. Ao final, você sente esperança, bem-estar, uma pitada de reflexão sobre a vida, escolhas e pessoas.

intocaveis filme francesO caminho de duas figuras improváveis se cruzam e cada um ensina e aprende do outro na mesma proporção. Um mote batido, claro, mas bem-executado pelos atores François Cluzet e Omar Sy, sob a direção de Eric Toledano e Olivier Nakache.

Desta vez, os aprendizes/professores são o milionário tetraplégico Phillipe que coloca o senegalense ex-presidiário Driss na difícil função de cuidador. Para Phillipe, é um alívio ser tratado sem piedade. Para Driss, a chance de se “endireitar”. E desse encontro, que só o destino pode trazer, surge uma amizade improvável e benéfica.

O que poderia descambar para uma história melosa e cheia de clichês é conduzida de modo a agradar até os mais céticos. Espetacular, é o que eu posso dizer.

Anúncios

4 comentários

  1. Assisti na França, em uma sala de cinema qualquer, sem ser estréia ou dia especial. Mas quando o filme acabou e começou a surgir o letreiro, as pessoas aplaudiram de pé! Achei engraçado os franceses aplaudirem nessa situação, sem que os produtores, artistas, e todos os que mereciam os aplausos tivessem lá para recebê-los. Era apenas uma sala de cinema em um dia qualquer.
    Depois de alguns segundos, entendi. Eles só queriam mostrar que gostaram muito do filme! E aí eu tive que aplaudir também!
    Filme incrível, que merece ser visto e revisto.

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s