A cantoria dos franceses miseráveis

Filmes musicais são geralmente bem feitos. Ainda assim, eu acho bem mais emocionante assistir à apresentação ao vivo, com os atores/cantores/dançarinos logo ali, sem chances para repetir.

“Os miseráveis”, com a premiada Anne Hathaway, o incrível Hugh Jackman, a linda voz de Amanda Seyfried, Kurt Russel e outros, é extremamente bem executado: cenários, performances, caracterização, fotografia. Um belo – e looooongo – filme.

Fonte 1

Acompanhamos Jean Valjean, trágico personagem principal da obra de Victor Hugo. Condenado por roubar um pão, trabalha forçado por quase duas décadas. Em liberdade condicional, acontecimentos o levam a mudar seu destino, assumir uma nova identidade e viver uma vida bem melhor. Sempre fugindo do obcecado inspetor Javert, o destino coloca em suas mãos a criança Cosette, filha de Fantine. Já crescida, ela se apaixona por Marius, jovem idealista que decide lutar contra o “status quo” de miséria imposta à população.

Um filme comovente. Há de se gostar de musicais, no entanto, pois não é mole ouvir 2 horas e meia de cantoria!

Anúncios

2 comentários

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s