Quando amadurecer

“Frances Ha” é uma delícia de filme, cujo único porém é ser em preto-e-branco. A escolha da cor (ou falta dela) tem toda uma explicação que eu, uma não-especialista em cinema, não saberei providenciar (uma homenagem à nouvelle vague, algo assim). Eu gosto de cores, daí minha ressalva.

frances haFrances (Greta Gerwig) beira os trinta e age como jovem recém-saída da adolescência. Divide o apartamento com a melhor amiga e se diverte muito. Sem grana, bailarina moderna sem muita perspectiva, nada abala o bom-humor da moça. E assim ela vai, de apartamento em apartamento, conforme vão minguando o dinheiro e as oportunidades de rachar o aluguel com alguém. Até que a vida real cobra o amadurecimento do qual a gente não pode/deve fugir.

Por um bom tempo senti o filme devagar, sem rumar ao clímax. Quando eu finalmente me deixei envolver pela protagonista e notar as sutilezas dos acontecimentos, aproveitei de verdade o que o filme tinha a oferecer.

Vale bem a pena para quem quer algo distante dos blockbusters.

Anúncios

2 comentários

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s