“Dead ever after”

Depois de 14 anos, difícil se despedir de um personagem tão querido!

Pois bem. Charlaine Harris decidiu terminar a saga de Sookie Stackhouse e eu fui obrigada a dar tchau para uma das minhas personagens femininas favoritas. O último volume não tinha sido excepcionalmente bom, já estava na hora de encerrar antes que desandasse. Mas e a tristeza de não mais me encontrar com a Sookie, sempre envolvida em alguma trama com seres supernaturais??

Em “Dead ever after”, a heroína tem que lidar não só com o fato de seu relacionamento com Eric estar por um fio; uma infundada acusação de ser a autora de um homicídio pende sob sua cabeça. Quem quer se vingar de Sookie tentando incriminá-la?

Foto por Júlia A. O.

Foto por Júlia A. O.

O livro não tem nada de novo, nem é o melhor da série. Seu ponto positivo reside no desfile de quase todos personagens que já cruzaram o caminho da garota nos volumes anteriores. Tem gosto de revival e de despedida, o que achei muito pertinente para o final de uma saga de mais de uma década.

Outras resenhas da série: aqui, aqui e aqui

Anúncios

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s