Roma linda, história chata

Errei a mão nas minhas escolhas de diversão da semana passada. O livro não me empolgou e o filme foi uma decepção.

Foto tirada do site pipoca moderna

Foto tirada do site pipoca moderna

“A grande beleza”, filme italiano ganhador do Oscar de filme estrangeiro de 2014, agrada aos olhos com uma fotografia linda, na bela e decadente Roma. Se por um lado o visual é nota 10, por outro a história zzzzzzzzz….. Eu e meu marido levamos dois dias para conseguir terminar as poucos mais de 2 horas, já que caíamos no sono com tamanha lentidão e falta de acontecimento.

O problema talvez seja porque eu nunca vi um filme de Fellini, então não compreendi as referências ao diretor italiano. Tampouco funcionou meu cérebro ao ponto de apreciar as críticas à alta sociedade fútil enquanto Jep Ganbardella, o protagonista sessentão, passeia pela cidade e festas, refletindo sobre a superficialidade dos relacionamentos, o por quê de nunca ter escrito um outro livro após seu grande sucesso, a solidão, etc.

Com tantas críticas favoráveis por aí e um Oscar nas costas, indago se me faltou sensibilidade ou idade para apreciá-lo. Como graças a Deus vivo num lugar de liberdade de pensamento e esse blog é um relato de experiências pessoais (e não de crítica especializada), posso simplesmente ser sincera: dizer não me identifiquei com o jeito de contar essa história. Não gostei e ponto.

PS: Decadente ou não, Roma é linda.

Anúncios

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s