Fantástica chatura

Goste bem de um filme com toques fantasioso e coloridos – não é à toa que “O fabuloso destino de Amelie Poulain” é um dos meus filmes favoritos.

História fantástica com a Audrey Tautou? Tô dentro. “A espuma dos dias” prometia. Prometia e quase me matou de tédio. Ou de dor nos olhos, tamanha a correria de muitas cenas e diálogos.

Foto retirada do site da revista Época

Foto retirada do site da revista Época

Rapaz relativamente rico e de bom coração decide que é hora de se apaixonar. Aparece uma moça para preencher o vazio de seu coração. São felizes até ela contrair uma doença gravíssima. Podia ser terno, triste, comovente. É chato.

O filme se perde com um amontoado de invenções malucas do protagonista, como um piano que faz drinques, uma campainha que parece uma aranha e sai andando pela casa, um rato que tem uma casa igual ao de seu “dono”. Elas tem grande destaque nos minutos do filme, mas pouco acrescentam à trama. E desde que a história segue para a parte de sofrimento, é de um arrastar cansativo.

Não gaste seu tempo.

Anúncios

3 comentários

  1. Muito chato, quando esperamos muito por um filme e ele nos decepcionam… Apesar de amar Amelie, não é o primeiro filme que não gostei da Audrey Tautou

  2. Sério que é tão ruim assim? Eu quero ver, mas pretendo ler o livro antes, então… sabe-se lá quando isso vai acontecer. Juro que estou tentando baixar as expectativas, mas é difícil.
    bjo

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s