O que tenho assistido – seriados 2014

Vida de mãe é assim: aquela delícia de seguir os seriados fica impossível. Netflix salva. Amiga que empresta box de DVD salva. Pai e mãe que emprestam também salvam.

Já acabei a quarta temporada do amado-idolatrado-salve, salve Dowton Abbey e aguardo ansiosamente pelo próximo. Estou super atrasada em The Good wife, parei no meio da terceira temporada e estou maluca que não arrumei como correr atrás do prejuízo (alguém aí tem para emprestar, doar, presentear?). Quando consigo, vejo um episódio aqui e acolá de um dos seriados que mais me faz rir, The Big Bang Theory. E espero a Netflix brasileira disponibilizar todos os capítulos da nova temporada do suspense de roer as unhas The Killing.

E de novidades?

mr selfridge

Comecei a assistir a Mr. Selfridge acreditando ter encontrado uma pérola.

Que máximo, a história do visionário criador da loja de departamento inglesa Selfridges nos anos 1910!

Ainda que as tramas secundárias sejam interessantes, assim como a ambientação e as ideias do empresário, o ator principal (Jeremy Piven) é tão, tão chato, tão, tão forçado, que não passei do quarto capítulo.

midwifeEntão apostei em Call the midwife, dica da minha mãe. Foi justamente o contrário. Não estava muito empolgada e quase desmaiei com o parto natural no primeiro capítulo. Sou molenga mesmo. Comentei com minha mãe. Ela recomendou: “insista”. A gente obedece ao conselho de mãe e se dá bem: no segundo capítulo eu já estava adorando. Ainda quero fechar os olhos nas cenas de partos em casa em casas inglesas paupérrimas e imundas. Mas a parte da vida das parteiras, que se dividem em mocinhas solteiras e freiras, é singela, comovente e engraçadinha.

americansPor fim, no meio termo entre empolgação e relutância, assisti a The americans com meu marido (uau, evento único, toquem trombetas! Ele não tem muito tempo para televisão.).

Eu adoro a Keri Russell, então já é meio caminho andado. E a trama diferente do que se vê por aí nos seriados me fisgou. Dois espiões russos, que vivem há mais de uma década nos Estados Unidos dos anos 80, como se americanos fossem. Muito bom!

Anúncios

4 comentários

  1. Eu ADORO Call the Midwife! Até li o primeiro livro da trilogia e também gostei muito. É um dos poucos seriados que acompanho.

    Não conheço seu gosto pra séries, mas deixo aqui a indicação de Miranda (com Miranda Hart), que é um humor inglês bem bacana. Sou viciada!

  2. Eu ando meio desanimada com seriados. Abandonando vários que costumava acompanhar. Desses que você citou, adoro The Killing. Perdi a empolgação com Big Bang Theory. Dowton Abbey ainda não vi, mas parece ser muito bom. Dos mais recentes que vi, gostei de “Orphan Black”. Demorei uns 4 episódios para ser fisgada, mas depois viciei. 😉
    bjo

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s