Favor excluir cenas de pastelão

sera queO coitado do ator Daniel Radcliffe vai ter de atuar em muitos filmes para que eu deixe de o perceber como Harry Potter. No filme “Será que?”, com Zoe Kazan, eu fiz um esforço imenso para me desapegar da imagem que tenho dele. Após o esforço, é possível acreditar nele como um cara (Wallace) que está superando um difícil término de relacionamento e que conhece uma garota que lhe atrai, para descobri em seguida que ela é comprometida. Eles, no entanto, decidem se tornar amigos, já que tinham tantas conversas boas. Como era de se esperar em uma comédia romântica, Wallace não tinha a intenção de ser “somente amigos” e esconde seus sentimentos em prol da convivência com Chantry.

O filme tem altos e baixos. A dupla principal é fofa e divertida. Os diálogos são ágeis. O problema são as cenas de humor pastelão, que estragam o clima. Não há a menor necessidade em cair pela janela, derrubar a menina da escada… Que bobagem irritante! Depois que passava minha raiva, o filme voltava a ficar agradável e ressurgia o sentimento de “será que eles vão ficar juntos?”, que é a graça deste tipo de filme. Até a próxima cena forçada, que fazia com que todo esse ciclo se reiniciasse.

Anúncios

2 comentários

  1. Eu acho o Daniel um ator sofrível. Um dos ( muitos) motivos pra eu não gostar dos filmes do Harry é justamente o quanto ele é fraco e tem cara bobo.

    Já nesse filme, o moleque me convenceu mais. Gostei bastante da Historinha, inclusive das cenas bobas.

O que você acha? Deixe uma resposta.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s