livro

Longa vida ao livro em papel

Perdido na caixa de entrada, estava um email que meu marido mandou com um link para uma reportagem da The Economist. Hoje foi dia de “faxina emailística” e encontrei esse encorajador texto que declara que os livros em papel mostrarão seu poder de continuar em nossas vidas.

Para quem lê em inglês e é amante dos livros em papel, recomendo a leitura, que é rápida:

http://www.economist.com/news/21631899-print-books-will-show-their-staying-power-adapter-and-verse

Deixo com vocês um trecho, traduzido livremente por mim, que mostra alguns dos porquês da continuidade dos livros em papel:

Por que os livros em papel continuam sendo o formato dominante em 2015 e nos próximos anos? Uma das razões é a lição que se tira da História: novos tipos de livros sempre convieram lado a lado com o formato anterior. Pergaminhos continuavam sendo utilizados mesmo muito tempo após o surgimento do codex (livro encadernado) e manuscritos permaneceram populares após a ascensão do modo impresso. Hoje, os livros em formato físico em geral carregam um valor sentimental que não se consegue com DVDs e CDs. Os leitores gostam de ver os livros em papel nas suas estantes e os encontram mais facilmente para referência. Eles permanecem presentes populares.”

 erica

 

Anúncios